Título merecido

A COLUNA DE REUDESMAN LOPES FERREIRA

Recebi com imensa honra o convite da Câmara Municipal de Cajazeiras para participar da solenidade de entrega de titulo de cidadão cajazeirense a Bruno Albuquerque, amigo fantástico e profissional da mais alta competência na Educação Física deste vasto sertão nordestino.

Bruno é filho de Dalcídia e tem como avós maternos: Zeca da Padaria e Anita. Descrevo isso para dizer que vem de uma família rica em amizades e na transmissão do bem sem olhar a quem, pois, foi assim que eles passaram ao seu filho e as suas filhas.

Nunca me passou pela cabeça saber quem foi que teve a ideia de trazê-lo para residir na terra do Padre Rolim. Mas, de uma coisa tenho certeza, quem o trouxe para a nossa amada terrinha, fez um bem danado a Cajazeiras, ao seu povo e principalmente a nós profissionais da Educação Física.

Com enorme capacidade de relacionar-se com todas as pessoas, logo, foi cativando um a um aqueles que se acostavam a ele. Bruno é uma daquelas pessoas que fala rindo, transmitindo alegria, bondade e espalhando o bem. Toda essa soma de valores são percebidos por aqueles que têm o prazer da sua convivência dia a dia.

Entretanto, Bruno sobra em competência, ousadia e comprometimento quando o tema é a sua profissão, Educação Física. Por onde passa, nos estabelecimentos de ensino, vai deixando as marcas que frisamos em linhas acima citadas: amizade, alegria, ética e honestidade, entretanto, quando partimos para o ensino da disciplina, digo, o menino é show e, quem constata são os próprios dirigentes das escolas, seus colegas professores, testemunhados pelos seus alunos.

Desta feita, logo Bruno foi nomeado Secretário de Esportes e depois coordenador de Educação Física da Secretaria de Educação deste município. Mas, iluminado, logo entendeu a necessidade que a cidade tinha com relação às atividades físicas para as nossas crianças, jovens e adolescentes e, fez nascer a Escola de Futebol Estrelas do Futuro, essa não busca essencialmente fazer o craque, mas, ensina-os a serem cidadãos pessoas de bem e de muita fé, hoje, esta escolinha de futebol é uma referencia não apenas regional e sim nacional.

Pois bem Bruno, tudo que aqui coloquei é fruto do homem que você o é, do cidadão que nos honra dizer ser seu amigo e, tenho certeza, aqui você é muito amado por todos nós, seus familiares e amigos, mas, lá no céu, seu Zeca e dona Anita se regozijam do neto que és.

Parabéns meu amigo que Deus te ilumine e o abençoe na sua família e no seu trabalho. Bruno, saiba, sou seu fã.

Boa grana

O Governador Ricardo Coutinho assinou decreto garantindo a continuidade do Gol de Placa para os times que disputam a primeira divisão do campeonato paraibano. Em 2019, serão destinados R$ 4,1milhões aos clubes, o maior valor pago da história deste programa. Lembrando que o Gol de Placa é a maior parte do orçamento da maioria dos clubes que disputam o campeonato paraibano. Como sempre o Botafogo ficará com a maior fatia destes recursos, R$ 1.261, 078,00. Por sua vez o Atlético Cajazeirense de Desportos vai receber R$ 228. 524, 26.

II Copa de Futsal

Realizada no primeiro dia do mês, a II Copa de Futsal do Colégio Nossa Senhora de Lourdes que teve a coordenação do professor Bruno Albuquerque, apresentou a seguinte classificação: Sub 15, Campeão, Real Sociedad, Vice Campeão, Estrelas do Futuro; Sub 13, Campeão Superação, Vice Campeão, Nossa Senhora de Lourdes; Sub 11, Campeão Nossa Senhora de Lourdes, Vice Campeão, Estrelas do Futuro; Sub 9, Campeão e Vice Campeão, Estrelas do Futuro; Sub 7, Campeão Estrelas do Futuro, Vice Campeão, AABB; Sub 5, Campeão Estrelas do Futuro e Vice Campeão, AABB.

BOLA DENTRO

Para o Futsal cajazeirense que mesmo sem ter oficialmente a sua Liga deste desporto, vem tendo um maciço desenvolvimento em Cajazeiras. Parabéns a Secretaria de Esportes, aos profissionais de Educação Física e aos desportistas. NOTA 10!

BOLA FORA

Para o tapetão que volta à cena em todo final de temporada. Agora é a Ponte Preta que pede a queda de Goiás e do Ceará por suposta participação de um jogador irregular. O brasileiro não tem jeito mesmo. NOTA 0!

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *