Peugeot cria carro híbrido movido a ar


hybrid-air

A próxima geração do 2008, que deve chegar às concessionárias da Europa em 2016, será o primeiro modelo da Peugeot com o sistema Hybrid Air. A tecnologia, que permite reduzir o consumo de combustível e as emissões, foi apresentada há um ano, no Salão de Genebra (Suíça), une motor a combustão a um dispositivo hidráulico acionado por ar comprimido para mover o veículo.

As vantagens da solução desenvolvida pela PSA (dona também da Citroën), em conjunto com a Bosch, são baixos peso e custo de produção.

O “coração” do sistema é um cilindro com um pistão interno que empurra o ar sob alta pressão. Essa força é enviada a um circuito hidráulico, ligado a um câmbio automatizado.

Usando apenas ar comprimido, o sistema consegue tirar o carro da inércia e levá-lo até 70 km/h sem gastar uma gota de combustível. Além disso, ele consegue dar torque extra ao motor 1.2 de três cilindros, que gera 82 cv.

Segundo a PSA, um dos protótipos equipados com a tecnologia, o Citroën C3, é 45% mais econômico que a versão convencional – registrando 34 km/l de consumo. Foram feitos experimentos também em um Peugeot 208,

O engenheiro responsável pelo polo cientifico de energia propulsão e conversão da PSA, Franck Turkovics, explica que o processo de recarga do cilindro é tão rápido que ele é imperceptível ao motorista: “Pode ser feito em 10 segundos.”

A recuperação de energia é realizada nas desacelerações ou por meio do próprio motor a combustão. “O principio de hibridização é o mesmo dos elétricos. A diferença é que aproveitamos o ar na forma comprimida para ganhar impulso”, comemora Turkovics.

Sem exigir modificações estruturais nos veículos, pois o acréscimo de peso não ultrapassa 100 kg, o conjunto pode ser instalado em motores a gasolina ou a diesel. Um carro com o sistema deverá custar de A 15 mil a A 20 mil (equivalentes a R$ 48 mil e R$ 64 mil).

ESTADÃO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *