O homem bom passa pela lama e não suja os pés, porque cumpre a lei da justiça, do amor a família e amigos e propõe dividir partes do seu pão ao que em vida tem menos ainda.

Faz de sua vida um painel de bondade, e parte de forma voluntaria por estradas antes não caminhadas, com a finalidade de ser útil, fazendo a outrem tudo que desejaria que lhe fizessem.

Deposita sua fé nos básicos ensinos primordiais, sabendo antes, que nada acontece na vida sem que seja desejo do Senhor.

É capaz de interpretar que todas as dores e sofrimentos são necessários para que o homem busque se aprimorar e encontrar a verdadeira paz na sua intimidade.

O homem de bem é bom, humano e benevolente sem distinções de raças ou crenças, pois enxerga aos seus olhos que somos imagens e semelhanças, e com isso busca respeitar a todos.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *