O “Dia D” para garantir o Hospital Universitário de Cajazeiras


EBSERH

Nesta terça-feira (18 de março), às 9h, na Reitoria da UFCG, em Campina Grande, será realizada nova reunião, aberta ao público, do Conselho Pleno da Universidade Federal daquele município. Novamente, será colocado em pauta a adesão da UFCG a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – EBSERH, visando profissionalizar a gestão, através de uma Instituição 100% pública e atrelada ao Ensino Superior Federal. A aprovação pelo Conselho, legitimará a intenção do Reitor Edilson Amorim, optar pela adesão, atendendo clamor de todos os segmentos da Região do Alto Piranhas, para viabilizar através do Governo Federal, o Hospital Universitário, com sede em Cajazeiras. Está prevista capacidade para 200 leitos, sendo o Projeto orçado em R$ 168 milhões, resultando numa injeção de R$ 50 milhões na Economia da Região. Além disto, federalizar  o Hospital Infantil Júlio Bandeira.

Todos nós do Alto Sertão da Paraíba, especialmente dos municípios do entorno de Cajazeiras, devemos ficar atentos a citada reunião, para evitar que grupos resistentes a mudanças, com interesses corporativistas contrariados, diante de feudos encastelados ao longo do tempo no Hospital Universitário Alcides Carneiro de Campina Grande,  mais uma vez  usem prepostos, para tumultuar ou pressionar o livre direito de voto de uma maioria silenciosa. Um dado revelador refere-se ao fato de que de todos os Estados do Nordeste, abrangendo 16 Hospitais, a indefinição persiste apenas na UFCG. Nos demais Estados, os concursos para novos servidores, já encontram-se em andamento. Aqui em Fortaleza,  está definido concurso com quase 2.000 vagas, com salários até R$ 7.774, a exemplo de outras capitais do Nordeste.

Portanto, temos  que acompanhar esta reunião e ampliar por todos os meios de comunicação, nosso grito por justica, por um Projeto Estruturante impactante, que reúne o binômio Saúde e Educação, capaz de contribuir fortemente para redução das desigualdades regionais, do Alto Sertão da Paraíba, em relação ao eixo João Pessoa/Campina Grande.

Finalizando, é fundamental que esta mensagem seja replicada rapidamente nas Redes Sociais, bem como  por todos nossos irmãos cajazeirenses e cajazeirados que militam na imprensa, dando exemplos de exercício de cidadania.

JOSIAS FARIAS, DA AC3

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *