Marcos Barros diz que projeto de Júnior Araújo é familiar e será banido da vida pública


Preterido pelo deputado estadual eleito Júnior Araújo (Avante) como candidato a prefeito de Cajazeiras em 2020, lançado que foi pelo também deputado Jeová Campos (PSB), o presidente da Câmara Municipal, Marcos Barros (PSB), rebateu a fala do parlamentar:

“O deputado Júnior Araújo deve se preocupar com seu grupo. Nosso grupo político em Cajazeiras, liderado pelos deputados Jeová Campos e Gervásio Maia, tem nomes suficientes para concorrer e ganhar as eleições de 2020”, disse.

Segundo o blog do jornalista Fernando Caldeira, Júnior Araújo afirmou que “Marcos Barros não é o melhor candidato” e que os aliados do governador João Azevedo deverão buscar um candidato em comum, citando Dra. Denise e seu filho, Dr. Carlos Filho, e ainda os vereadores Léa Silva, Moacir Menezes, Delzinho, Lindemberg Lira e Kleber Lima, entre os nomes com potencial.

Para Marcos Barros, “o projeto político que tem vencido as eleições na Paraíba e em Cajazeiras é o do PSB, diferente do partido do deputado, pois Cajazeiras sabe que o candidato dele é da família dele, expondo meus colegas a um papel secundário, como é o estilo dos comandantes desse grupo. O projeto deles é familiar, o nosso é Cajazeiras e seu povo.” E emendou: “projeto familiar será banido da vida pública!”

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *