De virada, Auto Esporte vence Atlético de Cajazeiras na abertura do Campeonato Paraibano


img_3148_1

No duelo entre as duas equipes que tiveram 100% de aproveitamento na pré-temporada, o Auto Esporte levou a melhor sobre o Atlético de Cajazeiras na tarde deste sábado, no Almeidão, na abertura do Campeonato Paraibano. Num jogo cheio de alternativas, o Alvirrubro venceu por 2 a 1, de virada, marcando dois gols em apenas dez minutos.

O Trovão Azul saiu na frente, com um gol de Átila, aos 34 minutos do primeiro tempo – o primeiro do estadual. Na segunda etapa, o Auto foi arrasador e conseguiu a virada. Isac Buiu, que saiu do banco de reservas, empatou com apenas um minuto; e Ricardinho fez o segundo gol, aos 10.

As duas equipes voltam a campo na próxima terça-feira. O Auto Esporte enfrenta o CSP, no Almeidão. Já o Atlético tem o clássico cajazeirense contra o Paraíba, no Perpetão.

Gol típico de contra-ataque

Auto Esporte e Atlético-PB entraram em campo com propostas bem definidas: o Auto para ocupar os espaços no campo adversário, e o Atlético em busca de um contra-ataque. E foi o time sertanejo que conseguiu o seu objetivo no primeiro tempo.

O gol saiu numa jogada típica de que estava esperando uma bola. A cobrança de escanteio era do Auto Esporte. O Atlético, com todos os jogadores dentro de sua própria área. Foi aí que apareceu Átila. Ele foi lançado ainda no campo de defesa, percebeu o goleiro Enderson adiantado e tocou por cobertura. Um golaço para abrir os trabalhos.

Gol que acabou desnorteando o Auto, que não conseguiu produzir mais nada no primeiro tempo. E como o Atlético voltou à postura defensiva, o 1 a 0 foi para o intervalo.

Virada em dez minutos

A bronca do técnico Índio Alagoano foi grande. Tanto que o Auto voltou arrasador para a segunda etapa. Depois de cruzamento de Baco, o atacante Isac Buiú recebeu na pequena área para deixar tudo igual no Almeidão com apenas um minuto de bola rolando.

A pequena torcida alvirrubro resolveu empurrar o time, que começou uma pressão alucinada pela virada. E foi o veterano Ricardinho quem tratou de fazer isso, aos 10 minutos, aproveitando jogada do ótimo lateral Iury.

O próprio Ricardinho teve chance de marcar o terceiro aos 28 minutos. Lançado em velocidade, ele chegou a driblar o goleiro Paulo Musse, mas a conclusão foi em cima de Kaio.

No finalzinho, o meia Baco também perdeu boa chance. Mas a vitória já estava sacramentada.

GLOBO ESPORTE

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *