De maneira trágica, Cajazeiras é destaque nacional


Por conta da explosão de uma fábrica clandestina de fogos de artifício, ocorrida ontem por volta das 6h10, no bairro dos Remédios, a cidade de Cajazeiras foi destaque nacional.

Os maiores grupos de comunicação do País destacaram a tragédia nos seus noticiários. A Rede Globo noticiou o fato no Jornal Hoje e no Jornal Nacional.

Na internet, além dos portais da Paraíba e do Nordeste, a notícia macabra foi destaque no G1, Terra, Estadão, Folha de S. Paulo, O Globo, Zero Hora, entre outros.

*****

Uma pessoa morreu nesta quarta-feira (13) na explosão de uma casa em um bairro residencial em Cajazeiras (489 km de João Pessoa). Há suspeita de que no local funcionava uma fábrica de fogos de artifício clandestina.

O impacto danificou pelo menos 14 casas num raio de 30 metros do local da explosão, segundo o Corpo de Bombeiros. A onda de choque chegou a amassar a lataria de carros que estavam estacionados próximos.

Segundo a Polícia Civil, a casa pertencia a José Arimatéia dos Santos, 62, sargento reformado da Polícia Militar, que morreu na explosão. A mulher dele ficou ferida e foi atendida no hospital regional de Cajazeiras. O corpo de Santos foi arremessado a uma distância de sete metros, segundo a perícia da polícia.

A explosão ocorreu pouco antes das 6h de hoje, quando os bombeiros foram acionados. Ele encontraram no local restos de material explosivo, que foram levados para um paiol particular. Foram encontrados também material para a fabricação de fogos.

Os bombeiros solicitaram à Defesa Civil do município que seja feita uma avaliação das casas atingidas para verificar se a estrutura delas ficou comprometida. Em alguns imóveis atingidos, o forro caiu. A casa de Santos ficou destruída.

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as circunstâncias da explosão.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *