E sabe qual é o assunto mais comentado em Cajazeiras nos últimos dias? A nova ponte do sangradouro do Açude Grande. Explico: não é necessariamente pelo fato da mesma ter sido reconstruída não. É que correu um bochicho que o prefeito Carlos Antonio iria batizar a nova ponte com o nome do ex-prefeito Epitácio Rolim, o mesmo que autorizou a sua derrubada, há mais de vinte anos, sob a alegação de que a mesma estaria obstruindo o escoamento da água e da vegetação aquática do açude, colocando, assim, as paredes do velho reservatório em risco de rompimento.

Desnecessário dizer que Epitácio ficou uma arara com o fato e apressou-se em ocupar as emissoras de rádio da cidade para afirmar que declinaria da “homenagem” e insinuou que o prefeito Carlos Antonio, seu desafeto, deveria batizar a ponte com o nome de um parente seu que seria muito chegado em… digamos… “apreciar” o magnífico por do sol às margens do Açude Grande. Sei não… Mas talvez ninguém mais do que o grande ex-prefeito Otacílio Jurema tenha passeado tanto pelas paredes e pela velha ponte do Açude Grande.Talvez a homenagem… Bom, deixa pra lá.

Depois disso, o assunto (ou falta dele) descambou para as esquinas, bares, botecos e alcovas da nossa pura e casta Cajazeiras. E tome opinião.

Um vereador oposicionista, esquecendo-se de pesquisar mais sobre o tema, afirmou que aquilo não era uma ponte e sim uma passarela. Ora, segundo os alfarrábios, ponte une duas margens com a passagem de líquido por debaixo, enquanto passarela serve para o fluxo de pedestres sob uma via pública. Perdeu uma boa oportunidade de não opinar sobre o assunto.

Uns dizem que a ponte velha era arquitetonicamente mais bonita. Outros rebatem dizendo que a mesma não oferecia segurança. Mais outros dizem que a nova ponte ficou fora do lugar original e perdeu sua “graça”. E dizem também que aqueles arcos das cabeceiras não têm nenhum propósito. Alguns queriam menos colunas de sustentação e outros mais visionários desejariam uma ponte para veículos.

Outro dia, numa emissora de rádio, o que se ouvia era gozação de que a ponte anterior mais parecia uma ponte pênsil, no melhor estilo dos filmes de aventura do herói hollywoodiano Indiana Jones…

Quanta falta de assunto… E eu aqui ajudando o assunto a render mais.

E você, leitor internauta? O que acha dessa polêmica? A ponte anterior era mais bonita? A atual é melhor? A ponte deve ter o nome de alguém? Aguardo a sua opinião nos comentários.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *