Cenários eleitorais (II)

A COLUNA DE JOSÉ ANTÔNIO DE ALBUQUERQUE

COISAS DE CAJAZEIRAS
JOSÉ ALDEMIR E PAULA FRANCINETE / FOTO: CAVALCANTE JÚNIOR

O site Polêmica Paraíba divulgou que “duas adesões de grande destaque estão sendo gestadas para mudar de lado nos próximos dias”. Pelos sertões as micro-adesões estão acontecendo quase todos os dias e pelo que se comentam elas serão mais intensas no segundo turno. Mais uma vez as cartas partidárias são rasgadas e o que funciona mesmo é a lei do dinheiro e dos futuros acordos.

A “impugnação” da candidatura do ex-reitor Thompson Mariz, deixou muitos cajazeirenses órfãos de candidato a deputado federal, além de considerarem o quanto foi injusta a caneta do juiz que assim determinou, diante dos inúmeros casos, por todo o país, de candidatos que eram mais sujos que “poleiro de pato” terem as suas candidaturas deferidas. O Brasil caminha assim: sem esperança de mudanças. O que teria de interesse por trás desta “impugnação”?

A temperatura da campanha, em Cajazeiras, subiu mais do que o esperado depois que o prefeito José Aldemir fez duras críticas aos candidatos a deputado estadual Jeová Campos e Júnior Araújo. Não se tem as razões deste desnecessário “destempero” de José Aldemir, fato que levou o deputado Jeová Campos, via redes sociais, convidar ele e a Dra. Paula para um debate, além de ao responder as suas críticas, elevou o tom de sua já sofrível voz, para “detonar” as ações administrativas de Zé Aldemir. Prudência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém.

Assessores e amigos mais próximos do prefeito José Aldemir o tem alertado que as conquistas de várias obras e serviços, algumas até então muito difíceis, não seriam suficientes para “alavancar” o nome de Dra. Paula e transformá-las em votos, para isto seria necessário por o pé na estrada, junto com a sua candidata, e visitar casa por casa, a exemplo do que estão fazendo Jeová e Júnior e os cabos eleitorais de Estela e Cida Ramos. Por outro lado não tem sido visível o empenho de seus auxiliares mais próximos “brigando” pelo voto para Dra. Paula e se descuidar ou não ouvir seus amigos, poderá ter uma triste surpresa nas urnas.

O Ibope divulgou nesta quarta-feira(19) os números de mais uma  pesquisa de intenção de votos para a disputa pelo governo do estado da Paraíba. Nela o candidato da situação João Azevedo(PSB) que estava em terceiro na primeira pesquisa realizada pelo instituto assumiu a liderança ultrapassando o senador José Maranhão(MDB).

Segundo a pesquisa se as eleições fossem hoje, o candidato ao Governo do Estado da Paraíba João Azevedo teria 32% das intenções de voto contra 17% na pesquisa anterior, José Maranhão por sua vez aparece com 28% contra 31% que possuía na pesquisa anterior e Lucélio Cartaxo(PV) apresenta 19% contra os 18% que possuía anteriormente. A pesquisa do Ibope, realizada de 16 a 18 de setembro foi encomendada pela TV Cabo Branco e registrada no TRE-PB sob o número: 08654/2018.

A pesquisa para presidente da República, feita pelo Ibope na Paraíba, contratada pela TV Cabo Branco, mostra que a transferência de votos do ex-presidente Lula (PT) para Fernando Haddad (PT) é comprovada, ele tinha 4% das intenções de voto na última consulta e agora sobe para 26%. No caso de Jair Bolsonaro (PSL), houve oscilação dentro da margem de erro, fazendo com que ele saísse de 17% para 19%. Já o pedetista Ciro Gomes, que tinha 11% chega a 16% das intenções de voto na Paraíba.

A candidata Marina Silva, da Rede, que estava com 14% cai 7 pontos percentuais e chega a 7% e Geraldo Alckmin (PSDB) se mantém estável (tinha 6% e agora tem 5% das menções). Os demais candidatos alcançam até 1% das intenções de voto, cada, e os eleitores paraibanos que declaram votar em branco ou anular seu voto vão de 31% para 15%, enquanto os que não sabem ou não respondem eram 9% e agora são 7%.

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (19) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o Senado na Paraíba:

Cássio Cunha Lima (PSDB): 40% Veneziano Vital do Rêgo (PSB): 34% Luiz Couto (PT): 26% Daniella Ribeiro (PP): 20%
Roberto Paulino (MDB): 12% Professor Nelson Júnior (PSOL): 2% Nivaldo Mangueira (PSOL): 2% Brancos/nulos (vaga 1): 17%
Brancos/nulos (vaga 2): 32% Não sabe/não respondeu: 16% A pesquisa foi feita: 16 a 18 de setembro. Registro no TRE: PB-08654/2018.

Pelo andar da carruagem e se os números não mudarem tanto, uma vaga para o senado será de Cássio da Cunha Lima. O candidato de Lula e do governador Ricardo Coutinho, para o senado, Luís Couto, não teve o mesmo destino da Haddad, que teve um efeito altamente positivo, passando de 4% para 26% na pesquisa Ibope da Paraíba.

Em Cajazeiras, não se tem noticia de nenhuma campanha mais ostensiva com relação aos candidatos a presidente da República. Por enquanto, o salve-se quem puder tem sido em torno dos candidatos a deputado estadual. É uma verdadeira briga de foice.

Ninguém tem noticia de pesquisa sobre os números e nomes da preferência dos eleitores de Cajazeiras, mesmo para consumo interno. Quem tem, estão trancados debaixo de sete chaves.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *