A Faisqueira do Gazeta

Coluna semanal do jornal Gazeta do Alto Piranhas

Sonho Doce

O governador eleito da Paraíba, João Azevedo, numa confraternização realizada com amigos, em João Pessoa, neste domingo, dia nove, na casa de recepção Sonho Doce, ao se encontrar com Dra. Denise, falou na bucha: “vamos retomar a prefeitura de Cajazeiras”. Como em toda caminhada tem que se dá o primeiro passo, este já foi dado, mas ela será longa e difícil.

Ficando doido

O vereador Marcos Barros, ao ser indagado sobre a candidatura de Chico Mendes a prefeito de Cajazeiras, com apoio do seu grupo, disparou: “esta é uma grande piada, ele tá é ficando doido e por estas bandas ele toma o bonde errado”. E complementou: “o candidato sou eu”.

Vai acontecer

Está para acontecer uma reunião entre o governador eleito, João Azevedo e os deputados estaduais Jeová Campos e Júnior Araújo para distribuição dos cargos comissionados de Cajazeiras. É a velha pratica do “toma lá, da cá”.  Os que trabalharam na eleição de João vão perder os cargos? Vai ser um parto doloroso.

Matando no cansaço

A “queda de braço” entre a prefeitura de Cajazeiras e os professores estaria tendo uma “vingança maligna”: quando do pagamento do funcionalismo era sempre a primeira categoria a receber, agora é a derradeira. É só pra fazer raiva?

Achou bom

O grupo liderado por Carlos Antonio/Denise teria ficado de peito lavado pela não recondução de Maura Sobreira para a Secretaria Executiva da Saúde. Teriam ficado arestas entre ela e eles quando ela esteve em Cajazeiras à frente de órgãos de saúde.

Achou ruim

O deputado estadual Jeová Campos e seus aliados não teria gostado nadica de nada da “exclusão” de Maura Sobreira da Secretaria Executiva da Saúde, pois ficaram sem uma interlocutora “amiga/confiança” na área de saúde.

Ricardo em Cajazeiras

O governador Ricardo Coutinho deverá, antes do término de seu mandato, vir a Cajazeiras para entregar algumas obras e serviços e visitar as construções do IML e do DETRAN. O “Mago” deixou um rastro de obras e serviços que dificilmente será ultrapassado em Cajazeiras.

Cofre amigo

O prefeito Zé Aldemir  nos últimos 22 meses, de janeiro de 2017 a outubro de 2018, abriu a porta do cofre do IPAM e retirou cerca de 10 milhões de reais para socorrer as necessidades financeiras do município, sem juros e correção monetária. O pagamento desta dívida só Deus e o Menino Jesus sabem como e quando vai ser efetuada. Só um milagre.

Lavou as mãos

O Reitor do IPFB, Nicácio Lopes, lavou as mãos e deixou claro que não quer e não tem nenhum interesse com relação ao terreno de 40.000 m² doado por uma entidade para instalação de um Pólo Tecnológico. Este cidadão parece não ter nenhum interesse ou compromisso com o crescimento do Campus do IFPB de Cajazeiras. Bem que merecia um titulo de “persona non grata” do povo de Cajazeiras. É uma desgraça, coroada de miséria.  A cidade precisa se mobilizar para se desligar urgentemente do IFPB de João Pessoa.

Na hora dos miseráveis

O prefeito de Cajazeiras, médico Zé Aldemir, tá igual aquelas pessoas mais pobres que deixam para comprar as frutas no final da feira: no apagar das luzes correu para Brasília para ver se sobrou alguma migalha  de recursos para trazer para Cajazeiras. Município pobre é assim, tem correr atrás do prejuízo.

Órfão de pai e mãe

Cajazeiras, a partir deste dia 20, ficará órfã de pai, mãe, avô e bisavó. A única voz que possuía no Parlamento, em Brasília, ocupou a tribuna do senado, nesta quarta-feira, dia 12,  e se despediu e deverá viajar para o exterior e só regressará em março, já sem mandato. Raimundo Lira vai fazer uma falta danada e vai deixar Cajazeiras com uma saudade lascada do poder. Quem poderá nos socorrer?

VIA GAZETA DO ALTO PIRANHAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *