A Faisqueira do Gazeta

Coluna semanal do jornal Gazeta do Alto Piranhas

COISAS DE CAJAZEIRAS
MÉDICA PAULA FRANCINETE / FOTO: DIVULGAÇÃO

ALTOS PAPOS O deputado estadual eleito, Júnior Araújo, estaria realizando negociações com o prefeito de São José de Piranhas, Chico Mendes, com o objetivo de levar Cleide de Zezé para o seio do governo, anulando assim o único “forte opositor/inimigo” de Chico Mendes no município. Cleide disputou a prefeitura, lisa e andando descalça e perdeu pela merreca de 200 votos.

ALTOS PAPOS O deputado estadual Jeová Campos teve conhecimento prévio e/ou concordou com estes encontros ou se tudo está sendo feito por debaixo dos panos. A noticia, se confirmada, poderá ter desdobramentos imprevisíveis nas próximas e futuras eleições.

DE JEITO NENHUM Dra. Paula, deputada estadual eleita, e esposa do prefeito José Aldemir declarou esta semana que não tem este negócio de Zé Aldemir não concorrer a prefeitura de Cajazeiras. “Nanin nanão”, “isto é terrorismo” ele será candidato mesmo que a vaca tussa e o bezerro urre.

ENXURRADA  A maioria dos Prefeitos têm demitido a toque de caixa e também reduzido pela metade o salário dos funcionários não efetivos. Esta prática já se tornou uma rotina todo o final de ano, quando os gestores caem na real de que não tem grana suficiente pagar novembro/dezembro/13º salário. Quando será que esta pratica vai acabar? Talvez quando um bocado deles for condenado por crime de responsabilidade fiscal.

DE MELÉ SOLTO Neste quarta-feira, dia 05, a Câmara federal rasgou a Lei de Responsabilidade Fiscal nos itens que determinam sanções aos prefeitos que gastarem mais de 60% da receita com salários. O presidente Temer, com certeza, vai sancioná-la e os prefeitos podem até contratar mais funcionários, porque ficarão livres das sanções que impõem a Lei.

EDME ATÉ NO CÉU AJUDA CAJAZEIRAS O auditório que leva o nome do ex-deputado federal, Edme Tavares, desabou esta semana e só não aconteceu um desastre por milagre e com certeza teve a sua mão protegendo “os cajazeirenses, seus conterrâneos”.

O BOLO É GOSTOSO A deputada eleita, Cida Ramos, esteve em Cajazeiras, aonde tirou seiscentos votos,  em entrevista coletiva mandou um recado: vou participar da divisão dos cargos comissionados dos órgãos do estado em Cajazeiras. Cada deputado que foi votado em Cajazeiras tiver direito a um cargo, vai faltar candidato para ocupar a função.

SEM MUDANÇAS Tudo leva a crer que o governador eleito, João Azevedo, não fará nenhuma mudança na equipe que administra a área de saúde do estado, que teria como “dona” a deputada reeleita Estela Bezerra e por tabela também permanecerá do jeito que está, sem mudar nadica de nada os cargos de direção dos órgãos de Cajazeiras/região, tendo como madrinha Maura Sobreira.

QUESTIONANDO Um cidadão questionou de forma incisiva e dizendo que era uma grande “besteira” esta defesa que parte dos cajazeirenses está fazendo para manter o Posto da Policia Rodoviária Federal dentro dos limites do município e complementou: “com ou sem ela Cajazeiras vai continuar sendo uma das grandes rotas do tráfico de drogas da região”.

QUE CRISE? O empresário e suplente de senador, José Gonzaga Sobrinho, presidente do grupo Rio do Peixe, tem espantado a crise investindo em novos pontos de venda, a exemplo do ocorre em Cajazeiras, onde está construindo na Zona Sudoeste, um novo Atacarejo, com mais espaços de exposição de mercadorias e amplo estacionamento. Cajazeiras avança também no comércio.

FALTOU UMA VOZ FORTE O governador Ricardo Coutinho teria “matado a pau”, segundo a maioria de seus admiradores e aliados, se tivesse deixado de lado a administração de Zé Aldemir e tivesse, a exemplo do que fez em São José de Piranhas e São João do Rio do Peixe, feito o recapeamento com asfalto de várias ruas de Cajazeiras. Teria faltado uma voz com argumentos que convencesse o governador que fez muito pela cidade, de ter fechado com chave de ouro sua administração com relação a Terra do Padre Rolim. Cajazeiras merecia.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *