A Faisqueira do Gazeta

Coluna semanal do jornal Gazeta do Alto Piranhas

FOI DESCOBERTO Cidadão piranhense comentou numa das esquinas da cidade que sabia que tinha “algum motivo” para os funcionários da prefeitura de São José de Piranhas receberem o pagamento logo no meado do mês: “só o do prefeito é 24 mil reais, sendo assim, o maior salário da Paraíba e até mesmo maior do que o do prefeito da capital do estado”. Tendo brasas, puxo-as para as minhas sardinhas.

CELEBRIDADE O prefeito de São José de Piranhas, empresário Chico Mendes, teria dito que ele já não era o melhor prefeito da região e muito menos da Paraíba, mas do Brasil. Sendo o melhor da região, da Paraíba e do Brasil, já tem direito a pedir música no Fantástico. Quem é tricampeão, só pode ser celebridade.

ENXUGANDO GELO Três motos foram roubadas no mesmo dia em Cajazeiras (13/11), uma delas por dois menores. Foram detidos, levados a presença do delegado, bateram papo, beberam água gelada e logo em seguida devolvidos para as ruas. Um deles seria freguês a bastante tempo da delegacia de Cajazeiras. A polícia continua enxugando gelo.

ENJEITADO O Atlético de Cajazeiras tá como cão sarnento e sem dono: ninguém quer tomar de conta do “bichinho”. Quem é que quer tomar de conta de pobre? Não tem sequer um “Bolsa Família”. Agora se o caixa tivesse abarrotado de “mufufa” já tinha aparecido até filho desconhecido feito fora do casamento para cuidar do pobrezinho.

COCOROTE O prefeito Zé Aldemir está com a cabeça cheia de calombo de tanto levar cocorote de Dra. Paula, pelos atos administrativos, que segunda ela, estariam sendo feitos de forma “errada”. Não é de hoje que Dra. Paula põe o prefeito e seu marido numa saia justa. Ela não é brinquedo não, se descuidou o cocorote come no miolo da cabeça. Tem fama das mulheres valentes da família “Cavalcante” de São José de Piranhas e não se engasga com o que considera errado.

CAIU FORA O vice-prefeito de Cajazeiras, Marcos do Riacho do Meio, estava em São Paulo quando recebeu um telefonema do prefeito Zé Aldemir que iria remover Daniele Thayres, que é filha de Marcos, da Secretaria de Agricultura para a secretaria executiva de saúde. Marcos e sua filha não teriam gostado nadica de nada dos atos de Zé. No dia da posse, depois que recebeu a portaria, Daniele escafedeu-se, enquanto os outros secretários nomeados ficaram batendo papo e prestando entrevista a imprensa. Não gostou da sobremesa.

 A LUTA CONTINUA Os professores do Ensino Fundamental, do município de Cachoeira dos Índios, fizeram um protesto, em frente da prefeitura, no dia 13 e no dia seguinte bateram à porta do Ministério Público, em Cajazeiras, para denunciar que o prefeito está sem pagar a categoria desde o mês de outubro, muito embora o dinheiro do Fundeb já esteja na conta.

PORTAS ABERTAS O deputado federal eleito, Julien Lemos (PSL), em entrevista na Rádio Alto Piranhas, disse que as portas de seu gabinete estavam abertas para receber a sociedade civil ou as autoridades de Cajazeiras para encaminhar as suas demandas e lutas. Quanto mais cabra, mais cabrito. Vamos lá.

BRIGA SURDA Tem gente aí afirmando que não vai brigar pelas direções dos órgãos do estado, em Cajazeiras, mas o que acontece nos bastidores a realidade é completamente diferente. Está mesmo existindo uma briga surda, com golpes de foice. Não adianta querer negar. As promessas são tantas que tem gente que já comprou a roupa da posse fiado, sendo a primeira parcela somente em fevereiro, igual ao Paraíba Calçados.

SEM LÍDER? O prefeito Zé Aldemir, depois de uma ausência alongada, percorrendo os gabinetes de Brasília e João Pessoa, deverá sentar com os poucos vereadores que lhe resta e definir quem vai ser o seu defensor e porta voz na Câmara Municipal. As alternativas são poucas. Parece que Zé não tem dado muita bola pras bandas do legislativo.

ATÉ NA IGREJA Durante a missa, depois da tradicional procissão de Nossa Senhora de Fátima, realizada no último dia 13, um enorme cachorro desfilou por diversas vezes no interior da igreja e foi quem mais chamou atenção dos fieis. O número de cachorros continua aumentando na cidade e vêem dando aquele show erótico pelas praças, com aplausos, em especial na hora do acasalamento quando o macho fica enganchado na fêmea. Nada mais grotesco e chato. Os defensores dos animais só riem.

VIA GAZETA DO ALTO PIRANHAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *